Seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para uma melhor visualização do site. Atualizar agora!

X

23º

Caxias do Sul

Aberto até

21h

A medicina veterinária está sempre evoluindo e há cada vez melhores opções de diagnóstico e terapêuticas, fazendo com que cada vez mais, cães e gatos, recebam o tratamento de acupuntura para aliviarem dores de velhice ou doença aguda. A técnica também é muito eficiente e procurada como tratamento principal ou coadjuvante para as discopatias, doenças que afetam a coluna e que em muitos casos levam ao quadro clínico de paralesia.

Belinha e Princesa em tratamento de acupuntura

O objetivo da técnica é reduzir o estresse, melhorar o fluxo sanguineo e fortalecer o sistema imunológico.

Cientificamente, as agulhas provocam efeitos no sistema nervoso central. As células cerebrais são ativadas e liberam endorfina, um neurotransmissor responsável pela sensação de relaxamento e bem-estar. Um estudo dos nova-iorquinos descobriu uma novidade: a terapia, que atinge tecidos mais profundos da pele, teria efeitos no sistema nervoso periférico. As agulhas estimulam também a liberação de outro neurotransmissor, a adenosina, com poder antiinflamatório e analgésico. As sessões duram em torno de 20 a 30 minutos e com no mínimo 4 sessões com intervalos semanais, já é possível se ter um excelente resultado.

Você pode conferir os benefícios deste tipo de terapia no vídeo abaixo, que mostra a evolução do tratamento com acupuntura da cadelinha chamada Maitê. Clique na imagem e confira:

Para poder aplicar a acupuntura, o médico veterinário deve estar devidamente qualificado na área, reconhecidos pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Carla Amanda Pontalti

Especialização em Acupuntura Veterinária

CRMV-RS 10025

Deixe o seu comentário