Seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para uma melhor visualização do site. Atualizar agora!

X

22º

Caxias do Sul

Aberto até

21h

Imagem: http://mistureiegostei.wordpress.com

A sibutramina, medicamento usado no tratamento da obesidade, deve continuar no mercado. Relatório da equipe técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concluído no final de março mostra que o número de efeitos adversos está dentro do limite considerado adequado e não houve abuso da prescrição — resultados que não justificariam a suspensão da comercialização do produto.

"?É pouco provável que as regras de controle sejam alteradas. Devemos seguir o relatório"?, afirmou o presidente da agência, Dirceu Barbano. Desde dezembro de 2011, quando a Anvisa suspendeu as vendas de anorexigenos, a sibutramina tem regras mais rígidas para prescrição. Os efeitos colaterais também passaram a ser acompanhados.

De acordo com a Anvisa, embora o número de prescrições tenha aumentado, o consumo do produto teve variação pouco significativa. Outro fator que deve contribuir para a manutenção do remédio no mercado é que nenhum dos efeitos adversos relatados foi considerado grave. Dessa forma, a medicação é considerada segura para o uso, desde que observadas as contra-indicações.

Essa é uma vitoria da população, especialmente dos pacientes obesos que permanecem tendo ao seu dispor uma medicação potencialmente eficaz no seu tratamento.

É importante ressaltar que para emagrecer com saúde não basta o uso de uma medicação, e sim a associação de dieta e mudanças de estilo de vida, permanentemente.

E esse é assunto para outro post....

 

Deixe o seu comentário